Disaster Recovery

As empresas e organizações dependem cada vez mais da tecnologia para operar. Se a infraestrutura de TI falha, mesmo por um curto período, pode levar a interrupções nos negócios, perda de dados, prejuízos financeiros e danos à reputação da empresa. Por essa razão, é fundamental ter planos, estratégias e políticas de Disaster Recovery (Recuperação de desastres ou DR) para evitar interrupções nos serviços essenciais e garantir a continuidade das operações.

Mas o que é Disaster Recovery?

É um conjunto de procedimentos, políticas e ferramentas que ajudam a restaurar a infraestrutura de tecnologia da informação (TI) de uma organização após um desastre natural ou um incidente catastrófico, como um ataque cibernético, falhas de hardware ou erro humano. O objetivo é minimizar os danos e impactos nos negócios, garantir a estabilidade da empresa e a possibilidade de recuperação organizada após o problema, restaurando a operação normal o mais rápido possível.

Como funciona a recuperação de desastres?

O processo de recuperação de desastres começa com a identificação de possíveis riscos para a infraestrutura de TI. Em seguida, é necessário criar um plano de recuperação de desastres, que inclui procedimentos detalhados para lidar com diferentes tipos de desastres. O plano deve levar em consideração as necessidades e prioridades específicas da organização, incluindo a duração tolerável da interrupção, os sistemas críticos, os dados que precisam ser restaurados primeiro e as funções de negócios que precisam ser priorizadas.

O plano de recuperação de desastres pode incluir várias técnicas, como backup e restauração, replicação de dados, failover, redundância e geodistribuição. A escolha das técnicas depende das necessidades da organização, dos custos envolvidos e do nível de tolerância a falhas.

Para que o plano de recuperação de desastres seja efetivo em caso de desastre, é crucial que ele seja testado regularmente para garantir que funcione conforme o esperado. Os testes podem incluir simulações de desastres, exercícios de mesa, testes de falha de componentes individuais e recuperação de backups.

Em resumo, a recuperação de desastres é uma parte essencial da estratégia de continuidade de negócios de uma empresa ou organização, ajudando a minimizar os danos e permitindo a recuperação organizada após um incidente. É fundamental criar um plano de recuperação de desastres personalizado para a organização e testá-lo regularmente para garantir que ele funcione conforme o esperado.

Compartilhe este post:

Conteúdos relacionados

Celular Seguro

O Governo Federal lançou o Aplicativo Celular Seguro, uma ferramenta essencial no combate a roubos, furtos e perdas de smartphones.

LER MAIS »